sexta-feira, 9 de julho de 2010

Auto retrato?


Momento "art-attack"!

quarta-feira, 30 de junho de 2010

“... Se não fosse essas crianças intrometidas!”

Gerações adoram o Scooby-Doo e sua turma e isso é extremamente compreensível: Um grupo de adolescentes que desvenda crimes, que prende bandidos, que dirigem um furgão, diga-se de passagem, descolado. São quatro adolescentes: O bonitão, a bonitona, a inteligente e o trapalhão. Eles têm um cachorro, Scooby-Doo, que fala e é esfomeado e trapalhão.
A cada episódio eles têm um mistério diferente pra resolver, mas acaba que se torna sempre a mesma coisa: Um monstro lunar está à solta, aterrorizando um observatório. Eles correm atrás das pistas e descobrem que o monstro era ninguém menos que o vigia do observatório que queria construir um shopping ali.
Em outro episódio, um fantasma assombra o teatro de uma escola. Mais uma vez, Scooby e seus amigos vão procurar pistas e acabam descobrindo que o fantasma não passava de duas crianças que não queriam que tivesse o musical de natal da escola.


Será que eles são tão idiotas que não se tocam que o monstro SEMPRE vai ser uma pessoa disfarçada? Quando será que eles vão ver uma criatura e pensar: “Ah, essa merd# deve ser o v*ado do zelador invejoso que quer ficar com a mansão pra ele!”?

terça-feira, 29 de junho de 2010

Um mal necessário!

Estamos cansados de ouvir, de nossos pais e pessoas próximas, que “a mentira tem perna curta”, que “mentir não é de Deus” ou mesmo que “a mentira é uma coisa muito feia que vai te destruir no futuro”. De fato, essas afirmações são um pouco exageradas, mas não deixam de estar certas: Se a mentira pode ser um problema para mentirosos profissionais, imagina para quem não sabe mentir...
Porém algumas mentiras são extremamente válidas, como por exemplo: Seu amigo chega de viagem e pergunta como estão as coisas, o que você faz? Mente por diversão, inventando algum relacionamento falso ou uma briga fajuta!
Se você coloca um piercing escondido e sua mãe vê, o que você faz? Mente por sua defesa, dizendo que sua mãe ta doida ou que ela está vendo coisas demais!

Enfim... mentir é outra dádiva que temos, afinal, mentiras são apenas verdades que esqueceram de acontecer!

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Seja inexato!

Chega o momento em que você se cansa de ter que explicar as coisas para os outros. Cansa de responder a perguntas que você julga serem fáceis de responder, mas que são seguidas por perguntas que você tem preguiça ou não gosta de ficar respondendo. Nesse momento você não sabe o que fazer. Fica com medo de ser ignorante com a pessoa, que muitas das vezes são pessoas que gostamos. Você teme tratar aquela pessoa querida de maneira grosseira e indigna de um homo sapiens. Eis a saída: Utilize uma dádiva divina denominada inexatidão e responda com um simples “sei lá”!


Afinal, um pouco de inexatidão economiza toneladas de explicações!  

domingo, 20 de junho de 2010

É apenas um dia qualquer...

Ah, o dia dos namorados! Um dia tão belo, tão diferente, tão especial. Um dia em que casais apaixonados (ou não) trocam presentes lindos. Dia em que as pessoas fazem declarações absurdamente românticas para seus amores. O dia dos namorados é um dia muito propício para ir a um restaurante com a sua bela namorada, ir ao cinema com o seu “affair”, ir a um parque arborizado e fazer um piquenique. Um dia em que pessoas fazem jantares excepcionais para seus bons pares. Dia em que todos saem para algum lugar romântico, certo? NÃO, isso tudo só é válido se você possuir algum dinheiro!
Pessoas que não têm dinheiro passam o dia dos namorados inteiro lavando banheiro, limpando a casa pra ver se no final do dia conseguem um trocado pra levar a namorada pra comer um x-egg com hula-hula na barraquinha de lanches do amigo. Essas mesmas pessoas, no dia dos namorados, acordam 14hs da tarde, sentam no sofá e ficam assistindo programas ridículos, o dia todo, na televisão!


Isso não torna o dia dos namorados, para essas pessoas, um dia super normal, um dia como outro qualquer?! Sei lá...

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Mulheres elogiam outras mulheres?

Homens e mulheres são seres muito diferentes, apesar de serem de uma mesma espécie. A diferença não está só na orientação sexual de ambos, mas está, também, no modo de agir, no modo de falar, no modo de pensar, no modo de se comportar e etc.
 Em minha opinião, a maior diferença entre um homem e uma mulher é a forma de se expressar, quando vê uma pessoa do mesmo sexo atuando de forma brilhante em alguma atividade. Por exemplo, quando um homem vai ao futebol e vê que tem outro homem que joga muito bem ele diz: “P#rra, fulano joga muito!”.
A mulher agiria de forma oposta. Se fosse uma mulher vendo outra mulher jogar bola, muito provavelmente ela exclamaria: “Olha só aquela safada, está achando que joga alguma coisa. Não sabe nem combinar o calção com a camisa!”.

Ou seja, as mulheres têm mais dificuldade de elogiar outra mulher, que não seja sua amiga, que os homens. Por isso há uma grande disputa entre as mulheres!
Elas devem sentir-se ameaçadas, com medo de seu companheiro trocá-las pela "rival", ou sei lá...


Obs.: É claro que existem exceções, eu não estou generalizando!

domingo, 30 de maio de 2010

“Se queres e não consegues, observes!"

Quanto a isso, só posso exemplificar: Se você quer ser um baterista famoso, mas não consegue, observe seus ídolos. Se você quer jogar futebol, mas não sabe, observe seus amigos “jogadores”. Se tu queres cozinhar algo diferente, mas não fazes idéia de como fazê-lo, observe a Ana Maria Braga ou o Edu Guedes, que são profissionais. Se você deseja contar piadas engraçadas, mas não tem o dom, observe o Fábio Rabin ou o Fábio Porchat. Até mesmo, se você deseja ter uma noite de prazer, mas não sabe como deve agir, observe os atores em “sexy hot”!

Afinal, ao observarmos quem sabe, aprendemos muitas coisas que gostaríamos. Seja um observador, ou então, sei lá...

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Era pra ser o dia do alívio...

... Mas se torna o dia da frustração!

Um dos momentos que você mais deseja na vida é o que você completará dezoito anos. Você espera a sua vida toda pela sua maioridade, planejando tirar sua habilitação e dirigir pra tudo quanto é canto com seus amigos, geral muito louco dentro do carro. Você planeja entrar pra uma faculdade de renome, se tatuar, colocar piercings, montar uma banda sinistra de rock, fazer um corte de cabelo irado. Você acha que no momento em que chegar aos dezoito, não dependerá mais dos seus pais, acha que vai poder morar sozinho, acha que vai poder entrar onde quiser e fazer o que quiser afinal você já é maior de idade!
Quando finalmente você alcança sua tão almejada idade, percebe que não é do jeito que você imagina ser. Você ainda mora com seus pais e depende do dinheiro deles, você não passou pra faculdade, você não tem sua habilitação. Seus pais não deixam você se tatuar ou colocar um singelo piercing, e você decide se alistar no exército porque está vendo os planos da sua “banda sinistra” se esvaindo, o que te faz repensar o seu corte de cabelo, pois no exército eles raspam sua cabeça! É nesse momento que você vê que a vida não é fácil quanto imaginava, e que nem tudo é como você vê nos filmes americanos!

Mas, no fundo, ainda há uma esperança de ter e fazer tudo o que você sempre quis, afinal a esperança é a última que morre, não é? Sei lá!

domingo, 23 de maio de 2010

Me convoca Dunga!

Um fato muito comentado ultimamente tem sido a convocação da seleção brasileira de futebol para a copa do mundo, mais especificamente, a escolha de Grafite como um dos atacantes titulares!
As pessoas têm reclamado muito dessa escolha do nosso técnico: “Ele deveria ter levado o Adriano!”, “eu levaria o Adriano que finaliza bem melhor que o Grafite!”, “Dunga é um filho da p#ta, não sabe montar time nem no Brasfoot!”. Particularmente, eu não concordo com essas palavras. Acredito que se o Dunga assim escolheu é porque ele confia, e ele já esteve lá dentro, como um dos jogadores, como capitão da seleção, ou seja, ele sabe muito mais que cada um de nós!
Na verdade, ele poderia ter levado minha mãe pra copa, eu não me importo. Não me importo com quem ele leve ou deixe de levar, eu só me importo com o que ele tem que trazer de volta: A TAÇA, juntamente com o TÍTULO!
Mas, defendendo o meu bordão, eu sei lá... Creio que o Grafite não vai desapontar, escrevendo assim, o seu nome na história do futebol! #humor

sábado, 22 de maio de 2010

...E aí você vira um otário!

A pior coisa do mundo é se sentir um idiota, se sentir ignorado, desprezado e abandonado pela pessoa que você ama, e pior, que vive dizendo que também te ama! É meio complicado de entender e não sei se todos se sentem assim, mas vale explicar...
Você ama alguém e abre mão de uma vida, deveras divertida pra ficar junto dessa pessoa. Você deixa de sair com seus amigos por ela. Você deixa de sair com sua mãe pelo fato de a pessoa não ir contigo. Você abre mão de ir pra casa do seu pai, nos fins de semana, pra ficar mais tempo com a tal pessoa. E como você é retribuído? Ignorando totalmente o que você faz, a pessoa não pensa duas vezes antes de se divertir e te deixar sozinho!
No mesmo dia que você recusa uma ida ao cinema com sua mãe e deixa de ir a dois churrascos com seus amigos, pra ficar com determinada pessoa, a mesma sai. Simplesmente te abandona e ainda quer que você dê um sorriso pra ela.
 E agora você fica sozinho, pois seus amigos foram curtir a “vibe” deles. Parabéns, você foi nomeado um verdadeiro otário!
O pior é que a situação se agrava quando a pessoa que te deixou “mongolando” é a sua namorada!

O que você faz em uma hora como essas, amigo? Escreve no seu blog ou sei lá...

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Sentenças ignoradas!

Não consigo entender as pessoas que entregam trabalhos digitados incorretamente. Poderiam ser trabalhos mal formatados ou mal impressos, mas não, são trabalhos com erros de digitação, em geral!
Que programa essa pessoa usa, meu Deus? Não pode ser o “Microsoft Word”, pois ele acusa os erros e é só clicar pra corrigir. Será que ela acha que está digitando no MSN ou no Orkut? São erros que uma pessoa que passou do C.A não pode cometer. E o pior, é que a maioria dos professores não desconta pontos, dizendo: “Eu não sou professor de português”! #lástima
O que essas pessoas fazem? Elas simplesmente clicam em “ignorar sentença” e imprimem...
... Ou sei lá o que elas fazem!

Eram para ser engraçados...

... Mas não são!

Programas do porte de “zorra total” e “a praça é nossa” foram criados com o intuito de nos divertir e nos fazer rir, correto? Porque, então, eles não conseguem exercer tal função?
Nós nos divertimos muito mais com “programa do Jô” e “altas horas” que são considerados respectivamente programas de entrevista e variedades, do que com os denominados programas de comédia. Pior que isso, nós já assistimos a todos os episódios da série “Chaves”, sabemos todos os fatos engraçados e piadas, e as horas em que vão acontecer e ainda assim rimos muito mais do que conseguiríamos rir com os programas de “humor” já citados!
Se eles não são NADA engraçados, porque ainda os chamamos de programas de humor? Sei lá, mano... 

Bendita seja a família!

Família é, talvez, a dádiva mais duvidosa que nós podemos possuir: Você tem uma mãe excessivamente opressora que insiste em proclamar, de peito cheio, palavras do tipo “vou te estourar teu crânio!”, “você é o despacho da minha vida!” ou “essas pulseiras que você usa são do demônio. Você é um Illuminati!”. Se você fica muito tempo na rua, sua mãe reclama que você está virando marginal, mas se você fica muito em casa, ela reclama que você está enchendo o saco dela e te manda sair. Se você está indo muito na casa da sua namorada/namorado ela reclama da tua ausência em casa, mas se você fica em casa com o seu par ela reclama que não tem privacidade.
Você tem um pai muito esquisito que, além de ser separado da tua mãe, quer viajar todo fim de semana, que prefere sair pra dançar a ficar em casa contigo, que entra na internet só pra ver tipos variados de amplificadores e receivers e fica reclamando do “som horrível” do vizinho, que reclama de todas as músicas que você ouve, mas pede pra tocá-las só pra você saber que ele consegue, que reclama das tuas roupas, porque “fazem você parecer um travesti” e tem um celular que vive desligado e sem chip.
Ah, sem esquecer-se dos irmãos: Você tem um irmão que sua mãe teve a infeliz idéia de dar a ele os privilégios de padrinho, mas que raramente exerce o designado papel, que é o irmão mais malandro que você conhece, pois inventa explicações absurdas pra uma pergunta que você faça e te convence daquilo. Você tem outro irmão que é descontrolado e se estressa com absolutamente tudo, desde uma mera partida de “uno” a uma final de futebol, que te dá uma surra às 6hs da manhã e que depois chora te pedindo perdão.
Fora os outros membros, mais esquisitos ainda...

... Porém, apesar de todos esses fatos trágicos, eles são a sua família, aquela que Deus te deu. E se Ele te colocou justo nessa família, é porque existem planos maiores!
Mas podia ser menos ouriçada, essa família, sei lá né...

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Mulheres: Todas são iguais.

Cada mulher tem um jeito diferente de agir: Umas reagem com bom humor à TPM, outras ficam incorporadas e parecendo com o diabo. Algumas mulheres preferem o cara bonitão e rico, outras preferem o verdadeiro amor, não se importando com a beleza. Umas têm uma mente super aberta com relação ao sexo, outras parecem que abominam o mesmo. Têm mulheres que gostam de receber flores e coisas românticas de presente, já outras, preferem uma calça que custa R$3.000,00 e um “saltinho” pra combinar. Algumas mulheres ficam felizes só de deitar com o namorado, comendo pipoca, pra assistir um filme, enquanto outras só ficam contentes se os respectivos namorados levá-las ao Barra Shopping, pra elas poderem estrear a nova calça e a nova sandália. Algumas mulheres, enquanto meninas, querem a sua tão almejada festa de 15 anos, muito glamorosa, outras preferem sair com os amigos e ganhar um celular.
Enfim... Tirando essas mínimas diferenças, todas as mulheres nascem, crescem, se reproduzem (ou não) e morrem! Isso não as torna iguais?
Sei lá...

terça-feira, 18 de maio de 2010

É muito doido esse papo de amizade!

Sei lá, né... Tudo começa muito sem querer: Em uma noite qualquer, você está lá, sentado no computador do seu primo, usando a internet. De repente uma pessoa te deixa um scrap falando da sua banda favorita. O que você faz? Meio cabreiro, você responde! Passados alguns instantes, vocês se adicionam no MSN e, tempos depois, começam um papo super esquisito, falando de aliens que vão invadir o planeta e sobre bateria antiaérea... E bastam mais algumas semanas pra você perceber que aquela pessoa é exatamente igual a você, do jeito que você sempre quis uma pessoa! Aí já era... A amizade já está formada e com direito a pegar postagens do blog do amigo e colocar no "quem sou eu" - rs!

dedico a Gê, minha alien, minha bife com "freitas", minha AMIGA sempre ♥

Coração acelerado.

Em certo momento da vida, nos bate um sentimento que não conseguimos explicar, algo que é meio estranho, mas que é gostoso de sentir! Recai sobre você uma incontrolável angústia, uma imensurável preocupação que faz teu coração bater forte e acelerado, e você o sente apertar, tornando mais difícil os batimentos e a pulsação, que continuam freneticamente acelerados. Dá a impressão que seu coração vai diminuindo cada vez mais, até ficar impossivelmente pequeno! Você começa a pensar descontroladamente em uma só pessoa. Seus pensamentos, atitudes e, até mesmo, sua inércia estão em função daquela pessoa. De repente você, que era a pessoa mais egoísta do mundo, começa a se colocar em segundo plano pra satisfazer os desejos de outra pessoa. Sua felicidade não importa mais, você só está feliz se ela estiver também! Enquanto isso, os dias passam e o coração só parece diminuir mais e os batimentos aumentam desesperadamente. Suas emoções começam a ficar estranhamente impulsivas e no fundo do nosso, agora micro biótico, coração nós sabemos a causa disso tudo: a tal pessoa. Daí você não consegue mais ficar um dia sem vê-la, mesmo que seja de relance. Quando não ocorre e almejado encontro ou a cintilante troca de olhares, você começa a ficar muito inquieto e impaciente... Enfim, você passa saber o que é o verdadeiro amor!

Dedico este texto a minha maravilhosa namorada, Alessandra, que tem feito meu coração apertar e acelerar. Tem me feito sentir com coração minúsculo. Tem me feito mudar de conceitos, tem me feito deixar de ser um perfeito egoísta, tem me feito aprender a lhe dar com coisas que eu tinha horror. Enfim, tem me feito a pessoa mais feliz do mundo, porque me mostrou o que é o verdadeiro amor, aquele que resiste ao tempo, que resiste às decepções, que resiste às tristezas, que resiste às repressões e à falta de credibilidade! Muito obrigado pelo seu simples existir, meu amor.

Pois é, um dia todos terão estes sintomas, todos experimentaram do "cálice do amor", ou não. Sei lá, né...

domingo, 16 de maio de 2010

Yes, we can!

Nós podemos inundar o mundo com amor, luz, calor, tanto faz. Podemos trancar os pais do lado de fora, rasgar o tapete, girar e gritar! Podemos levantar as mãos, podemos fazer chover para as estrelas brilharem novamente. Nós podemos compreender a felicidade porque já conhecemos a tristeza. Podemos encontrar o amor sem perder a razão. Podemos rever nossos conceitos e eliminar nossos preconceitos. Podemos deixar o passado no passado e encontrarmos o futuro. Podemos sentir o mundo como uma tragédia ou podemos pensar que ele é uma comédia! Podemos ser totais, podemos ser plenos, podemos ser tudo o que precisamos. Podemos ser pugilistas da meia-noite, podemos ser a geração profética da água engarrafada! Podemos perder nossa mente pequena pra libertar nossas vidas. Podemos chegar a ser heróis da classe trabalhadora. Podemos carregar nas costas o peso do mundo. Podemos mudar. A juventude está começando a mudar. E nós, podemos mudar? Sim, nós podemos!
mas ainda assim, eu sei lá!

ainda não sei!

Também não entra na minha cabeça o "quem sou eu" do, já citado, orkut! Esse é um espaço que a pessoa possui para se descrever e citar informações que as outras pessoas do site de relacionamento, deveriam saber sobre você, ao lhe adicionarem e/ou lhe visitarem, mas as pessoas insistem em escrever coisas como "quem se descreve se limita" ou "não te interessa". Outras pessoas colocam partes de músicas que nada têm a ver com elas! Algumas pessoas colocam também "só adiciono se tiver scrap", mas como podemos deixar scraps pra elas, se as IDIOTAS bloqueiam o recebimento de scraps de desconhecidos?!
mais uma vez, sei lá!

sei lá!

Não consigo entender as pessoas que colocam "DSTV" no orkut. Elas vão morrer? Elas vão excluir o bendito? Vão cancelar o plano de internet? NÃO! Então porque elas colocam "DSTV" se elas vão continuar usando o maldito do orkut?
sei lá, né!